Sob o signo de Aquário

Para Filipe Carvalho, meu menininho.

 

Eram olhos que não pediam permissão para serem redondos.

De cílios que pareciam recentemente alongados por um rímel vencido.

Eram olhos curiosos, de um animal sempre assustado por uma monstruosidade.

Aquela de sentir o humano crescer dentro de si.

E são meus olhos favoritos que, agora, só vejo enjaulados na tela;

Emoldurados na tela; sempre encurralados para mim.

 

Embora mais livre que nunca para eles mesmos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s