Mãos

São olhos que se pensam mãos

São olhos que exigem toques

E eu me sinto tímida

Ao mesmo tempo em que me divinizo.

 

E esses olhos que possuem

Dedos em suas pálpebras

Me despem

Me amam

 

E, por mim, passeiam

Como se não houvesse um depois.

Virgínia Celeste Carvalho

Anúncios

Um pensamento sobre “Mãos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s